Free Essay

Saiba O Que é Storytelling E Aprenda Como Usá-Lo Para Impulsionar a Marca Da Sua CorporaçãO

In: Business and Management

Submitted By oareis
Words 2052
Pages 9
As pessoas adoram ouvir histórias. Há algo muito peculiar no ser humano que faz com que ele se sinta extremamente feliz, motivado e entusiasmado ao descobrir fatos interessantes e curiosos que ocorreram no passado. Essa é a elevada proposta do storytelling: encantar o público por meio de histórias inteligentes e vastamente criativas. Em outras palavras, é saber contar de forma divertida e única acontecimentos que enriquecem o valor da marca, de sorte a seduzir corações e mentes por intermédio de episódios piamente positivos e tipicamente desafiadores.

A ideia mor é aproximar os stakeholders das origens mais remotas da empresa, fazendo essas criaturas conhecerem profundamente de onde surgiram os produtos e serviços que elas adquiriram (ou pretendem adquirir), de forma a gerar uma sintonia diferenciada entre quem compra e vende os referidos materiais.

Convenhamos, as pessoas estão saturadas dos modelos publicitários convencionais: cheios de monotonia, repetição e cenários desimaginados. Exatamente por isso, o mercado exige que os gestores sigam além das atmosferas enfadonhas e óbvias dos espelhos tradicionais para que possam entregar variáveis inovadoras e versáteis por meio do compartilhamento de suas culturas corporativas e por intermédio da revelação de seus íntimos e lúdicos tesouros pessoais.

Usando termos simplificados, o líder contemporâneo precisa seduzir seus expectadores despertando emoções e desejos fervorosos para criar uma identidade que dê significado à supracitada compra. Pense comigo: porque fazer marketing de forma habitual e corriqueira se podemos realizar isto de maneira personalizada e poderosamente singular?

Leonardo da Vinci disse: “A mais nobre paixão humana é aquela que ama a imagem da beleza em vez da realidade material. O maior prazer está na contemplação.” Essa maravilhosa reflexão do notável pensador italiano nos entrega o segredo dos segredos do storytelling, que nada mais é do que a narrativa de um propósito que vá de encontro com as necessidades e as volições do supracitado consumidor.

O marketing deve provocar as pessoas e as fazer ter um diálogo limpo com a marca, de modo que as mesmas consigam estabelecer um vínculo entrosado e sempar para trocarem figurinhas e barganharem ideais no decorrer das atividades empresariais. Invertendo propositalmente as letras, é fundamentalmente impreterível que os mentores saibam mostrar para os seus parceiros as raízes extraordinárias que brotaram no crescimento de suas organizações, concebendo um espírito de realização e satisfação para todos aqueles que desejam se aprofundar na maravilhosa biografia da crônica.

Então, é tudo uma questão de dividir com o próximo os acontecimentos de valor, buscando alegrar as almas por meio de contos fascinantes, genuínos e particularmente idealizadores.

Clube de Regatas Vasco da Gama: um exemplo de storytelling bem sucedido

O Vasco da Gama sempre foi um clube democrático. Essa nobre instituição sempre fez questão de tratar todos com igualdade, justiça e total fraternidade. Não foi atoa que a centenária organização sofreu inúmeras retaliações e condenações no início de suas atividades, pois acreditava que a cor da pele e a classe social eram apenas meras circunstâncias da vida (afinal de contas, somos todos iguais) e que não representavam nenhum impedimento para o exercício de qualquer função humana, principalmente, o futebol. Lamentavelmente, os clubes elitistas da época não concordavam com isso, porquanto eram racistas e faziam clara acepção de pessoas: escolhendo a dedo quem merecia ou não, fazer parte das partidas e eventos que eles parcialmente organizavam.

E foi no meio dessa corja de ignorantes, dessa alegoria de seres estúpidos e desalmados que surgiu o poderoso e inigualável Vasco: essa maravilhosa junção de etnias e classes que veio para abrilhantar o mundo do futebol e travar lutas épicas pela igualdade em todos os sentidos existentes no globo.

Usando tão poucas palavras, parece que tudo foi simples, mas acreditem: não foi. Esse lendário time que hoje possui seguidores de norte a sul do país foi vergonhosamente escrachado e ridicularizado por ter em seu plantel jogadores humildes, pobres, de etnias antagônicas e de tão pouca capacidade intelectual. Em outros termos, era o grupo das criaturas menores, dos excluídos, dos seres de pouca expressão, visto pela maioria soberba e mesquinha como uma afronta aos seus “palacetes de ouro” e as suas “elevadas pirâmides de cristal”.

E os problemas do Vasco começaram a aumentar drasticamente quando as vitórias começaram a aparecer, dado que os milionários não podiam aceitar o fato de que alguns jogadores cruzmaltinos eram melhores do que eles, mesmo enfrentando tantos preconceitos e perseguições. Certamente, esse time deve ser reverenciado e admirado com furor por toda a eternidade, pois mesmo sendo preterido, rejeitado e vilipendiado seguiu em frente e provou dentro de campo, com muito trabalho, suor e lágrimas que merecia fazer parte dos torneios por já ter nascido com sangue e aura vencedora.

Não duvide: a cruz de malta não é apenas um símbolo material – é a certeza absoluta de que sangraremos até destruirmos toda a sorte de indiferença, injustiça e apatia humana, porquanto ser Vasco é muito mais do que torcer por uma mera instituição futebolística, mas principalmente, é carregar uma causa extraordinariamente sublime: a do próximo.

Confesso que nesse momento não posso conter o pranto e a emoção de pertencer a essa casta que tanto fez pela dignidade humana em seus mais acentuados níveis de honradez e proeminência. É um grande orgulho ser vascaíno e poder fazer parte do exército que combateu a tirania e a politicagem beligerante dos seres que amavam as COISAS, e não as PESSOAS. Penso definitivamente que antes do esporte, do dinheiro e da fama deve vir algo muito mais representativo e consistente, a saber: o caráter.

Por isso, voltando para a administração e seus cenários voláteis, afirmo regozijadamente que o exemplo verídico e glorioso do Clube de Regatas Vasco da Gama facilita demasiadamente o nosso entendimento sobre o tema storytelling, haja vista que demonstra uma das histórias mais lindas do Brasil e prova categoricamente como o marketing da organização “bacalhesca” tem sido feliz e abençoado por poder usar tamanha preciosidade em suas excelsas e mitológicas campanhas.

Note tão somente duas coisas: a verdade em que esses fatos foram erigidos e a força que os comandantes da época tiveram para manter suas convicções e crenças em meio a um labirinto pútrido de adversidades e pelejas sem fim. Isso é o néctar do storytelling: conquistar pessoas através de ações virtuosas e opulentas, de sorte a converter personalidades com insígnias sumptuosas, magníficas e agressivamente monumentais.

Portanto, coloque essas ideias mirabolantes sob a mesa e aprenda a vender mais do que pífios itens triviais, fazendo sua organização ser forte pela maneira especial e astuta de oferecer obras assertivas e motivadoras que proporcionarão ao cliente nadar e se descobrir em um múltiplo oceano de ricas contemplações e em um vasto céu de infindáveis aclamações.

6 maneiras de aplicar o storytelling em sua empresa

1 – Crie relações inteligentes: as pessoas buscam proximidade, reciprocidade e união, ou seja, elas querem que as empresas elaborem relações personalizadas e vantajosas para ambas as partes. Ampliando simplificadamente a visão deste cenário, os consumidores estão fartos de organizações que somente visam o lucro e os seus próprios interesses materiais.

Assim sendo, é fundamental criar uma interação onde o diálogo permeie o topo da cadeia alimentar para que essas conexões sejam motivadoras para todos os participantes, fazendo o cliente ser a peça chave do sistema que ele abastece e é por ele abastecido.

2 – Venda verdades absolutas: você não conseguirá manter os resultados maximizados por muito tempo se as suas narrativas forem diferentes de suas ações, isto é, a prática precisa acompanhar a teoria para que a sua organização tenha credibilidade e confiança. Responda de forma lúcida e sensata: qual é a missão áurea da sua empresa? Qual propósito ela ostenta? Quais são os princípios e os valores que ela preserva? Quais são as normas e as regras de ouro que ela tanto estima e reverencia? Seguramente, todos esses importantes fatores devem estar entrelaçados ao seu storytelling para que tudo seja montado em conjunto como um minucioso e complexo quebra-cabeças.

Desta forma, apanhe suas pedras preciosas e as divida com os seus futuros admiradores: mostrando a eles que você não só acredita fielmente naquilo que propaga como crê integralmente que isso também os beneficiará se eles tiverem o mesmo afinco e motivação.

3 – Seduza os clientes com atitudes assertivas e planejadas: quando um comercial de TV aposta suas fichas em algo que demonstra a preocupação da marca em mudar a vida das pessoas acontece algo único e transformador: o cliente se sente abraçado, valorizado e reconhecido pelo seu poder de compra. Certamente, essa ação poderosa e agregadora é tudo que o marketing precisa para encantar seus consumidores, pois o que esse público mais espera dos seus mentores é uma atitude valente e diferenciada.

Deste modo, procure ir além do atendimento convencional, realizando coisas que façam seus clientes serem mais felizes e engajados no curso dos processos mercadológicos. E lembre-se: nada é mais gratificante e rejuvenescedor do que receber insígnias criativas recheadas de soluções inovadoramente surpreendentes.

Portanto, pense nisto, seja moderno e aja sempre com intrepidez, versatilidade e total irreverência para que todos reconheçam sua joia mirabolante, incomum e una.

4 – Aja de maneira estratégica e astuta: você precisa alinhar a narrativa a ser externada com as características do seu público alvo, de modo que seja criada uma comunicação entrosada entre as necessidades e os desejos das pessoas e a sua referida história. Em outras palavras, o perfil das pessoas que você pretende atingir necessita casar definitivamente com a história que você pretende contar, de sorte que possa ser gerado um laço inteligente de mensagens para que todas as peças se encaixem perfeitamente, tal qual uma orquestra afinada, harmônica, sintonizada e límpida.

Infelizmente, nem todos os gestores possuem essa visão periférica do campo e sofrem por montarem ideias que já nasceram parcialmente mortas. Então, descubra essas informações, as cristalize e elabore um painel tático que seja capaz de fazer o marketing da sua empresa trabalhar encima das soluções para os clientes, realizando sonhos e fantasias por intermédio de decisões antecipatórias e tipicamente torrenciais.

5 – Saiba vender a sua ideia: eu tinha um amigo que transformava qualquer conto banal e chato em algo terrivelmente motivador. Ele conseguia como ninguém, prender a atenção dos expectadores a sua volta pela maneira singular, bem humorada e impactante de suas inoxidáveis lendas. Usando palavras diferentes, ele não precisava de uma história extraordinária, visto que fazia qualquer evento simples se tornar um show de luzes, glórias, emoções e lúdicos sentimentos.

A famosa e imperiosa Disney sabe exercer muito bem esse papel, porquanto cria roteiros e contos absolutamente fenomenais que a tornam prodigiosa em todos os sentidos existentes no globo. Não se engane: a principal qualidade dessa formidável e honrosa organização não está em seus excelsos personagens, ou em sua megaestrutura física e tecnológica e tampouco em sua estupenda equipe de profissionais qualificados (e atualizados), mas sim em sua sempar capacidade de gerar ideias que mudam a consciência e a realidade do seu louvável público.

À vista disso, aprenda com essa marcante corporação (e com o exemplo do meu brilhante companheiro) e tenha esse incomparável dom enraizado em suas linhas organizacionais: desafiando a mente das pessoas para provocar seus melancólicos corações e fazer sua marca ser reconhecida por fatos verídicos, apaixonantes, inestimáveis e piamente raros.

6 – Envolva todos os colaboradores na cena: nenhum dos esforços expostos acima funcionará se a equipe estiver distante do foco principal. Não duvide: todos os integrantes da empresa precisam respirar o storytelling para que suas atitudes reflitam exatamente o que a organização tanto deseja evidenciar. Por isso, dar feedbacks eficientes, transmitir mensagens esperançosas, incitar desafios esplendorosos e fomentar campanhas internas inteligentes são ações fundamentais para que o grupo tenha solidez e força.

Por conseguinte, seja um líder ousadamente perspicaz: motivando seus pupilos no intuito de persuadi-los a abraçarem a sua enobrecida causa e a absorverem sua louvável identidade. E entusiasme-se grandiosamente com isso, pois uma trupe acesa consegue ir além da excelência pela união e a tenacidade que conseguem instintivamente criar.

O mercado está a cada dia mais competitivo, imprevisível e dinâmico, o que faz com que os gestores tenham que se reinventar sempre se quiserem manter suas organizações vivas nessa grande célula chamada globalização. Decerto, sobreviverão aqueles que melhor se adaptarem as variáveis negativas do ambiente, de modo que elas se transformem não em adversidades e cenários caóticos, mas sim em esplêndidas oportunidades de crescimento e desenvolvimento…...

Similar Documents

Free Essay

Actualidade E Redes Sociais

...Facebook e Twitter são cada vez mais usados para procurar candidatos, mas também para obter informações que não constam dos currículos e que não são perguntadas nas entrevistas. O LinkedIn é a rede profissional por excelência - vários estudos indicam que 90% dos recrutadores usam-na para procurar o melhor candidato -, mas o Facebook é o terreno fértil para recolher informações sobre recém-licenciados. Mesmo sem conter referências profissionais, pode-se retirar de um perfil muitas informações úteis, como saber se a pessoa é otimista, educada, organizada, se mantém a serenidade sob pressão, se está sempre a dizer mal de tudo e todos. Hoje é habitual a mesma pessoa estar presente nas três redes sociais, mas nem sempre os seus perfis são compatíveis. Ana Isabel Santos, diretora de Recursos Humanos da Triumph, alerta que "se o candidato tem um perfil atrativo e sistematizado com interesses profissionais definidos e claros no Linkedin, e uma informalidade quase ilimitada no Facebook", isso levanta reservas. Apesar de reconhecer que as duas redes sociais são distintas, defende que a apresentação deve ser coerente.São muitos os recrutadores que hoje olham para o seu perfil nestas redes, antes ou depois da entrevista. Saiba o que podem descobrir sobre si: LinkedIn - Esta rede tem os dados profissionais ou académicos do candidato e a grande vantagem de não ter o ruído de fotos e comentários que podem importunar o recrutamento. Em Portugal já tem um milhão de utilizadores e 10......

Words: 921 - Pages: 4

Free Essay

Projeto Para Tratamento de Resíduos Sólidos Orgânicos E Inorgânicos Para O Município de Rafard

...PROJETO PARA TRATAMENTO DE RESÍDUOS ORGÂNICOS E INORGÂNICOS PARA O MUNICÍPIO DE RAFARD Projeto elaborado por Octávio Forti Neto – Internacionalista – formado pela Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Campus Franca. E-mail para contato: octaviofortineto@gmail.com Rafard/SP 2011 Sumário: 1. Introdução ..................................................................................................................3 2. Contextualização do Município de Rafard - São Paulo.............................................4 3. Justificativa.................................................................................................................5 4. Objetivos.....................................................................................................................6 5. Dados iniciais do projeto............................................................................................7 6. Dados específicos sobre os métodos de tratamento ..................................................9 7. Implementação do projeto para tratamento de resíduos orgânicos e inorgânicos.....13 8. Indicadores e formas de avaliação............................................................................16 9. Cronograma de execução..........................................................................................17 10. Orçamento.......................................................

Words: 7148 - Pages: 29

Free Essay

O Projeto F2D (Fun to Drive) Um Spyder Para 2 Ocupantes Tem Como Objetivo Propiciar Ao Condutor E Passageiro Uma Experiência Encontrada Nos Veículos Superesportivos Com Um Preço de Aquisição E Manutenção Acessíveis Ao

...Executivo Nome do projeto: F2D (Fun to Drive) O projeto F2D (Fun to Drive) um spyder para 2 ocupantes tem como objetivo propiciar ao condutor e passageiro uma experiência encontrada nos veículos superesportivos com um preço de aquisição e manutenção acessíveis ao público de classe média / classe alta. O conceito da proposta é um veículo de uso alternativo, ou apenas um segundo veículo que tende a privilegiar o desempenho e não visa ao conforto como seus concorrentes diretos, dentre eles: LOTUS ELISE, CIVIC SI, e LOBINI H1 e outros que apresentam itens como ar condicionado, direção assistida hidraulicamente, vidros e travas elétricas. Esses concorrentes possuem um custo de aquisição superior, assim como de manutenção. O projeto F2D utilizará um motor 2.0L, transmissão de 5 velocidades à frente mais ré, de projetos já existentes utilizados por outras montadoras, o F2D custará R$50.000,00 e seus concorrentes iniciam em R$160.000,00. Com isso o F2D é 68,75% mais barato que o seu concorrente mais acessível, conforme anexo I. O F2D se sobressai em relação custo / benefício e não deixa a desejar no quesito desempenho se for comparado com os concorrentes diretos citados anteriormente, conforme anexo II. O mercado é pouco competitivo para este segmento ainda pouco explorado, tendo em vista que o publico alvo é muito seletivo e tem a oportunidade de possuir um veículo convencional de passeio e um veículo de alto desempenho que proporcione prazer ao dirigir/pilotar, seja num......

Words: 3291 - Pages: 14

Free Essay

Considerações Sobre a Psicologia Da Arte E a Perspectiva Narrativista

...Considerações sobre a psicologia da arte e a perspectiva narrativista Considerations on the psychology of art and the narrativist perspective Consideraciones sobre la psicología del arte y la perspectiva narrativa Karina MoutinhoI; Luciane De ContiII I Psicóloga. Mestre e Doutora em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco-UFPE. Pesquisadora do Centro de Estudos da Narrativa – CENA e do Laboratório de Análise Interacional e Videografia (LAIV) da UFPE II Professora da Universidade Federal de Pernambuco e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE. Líder do Grupo Narrativa, Cultura e Desenvolvimento da UFPE. Doutora em Psicologia do Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com doutorado sanduíche na Université de Nantes, França Endereço para correspondência -------------------------------------------------------------------------------- RESUMO O estudo das produções artísticas há muito tem interessado à psicologia, e as reflexões desenvolvidas por Vigotski são importante referência para o entendimento de comportamentos estéticos a partir de uma psicologia objetiva e social. Considerando a relevância de suas contribuições, o presente artigo tem como objetivos: (1) apresentar os principais embates da psicologia e da estética no início do século XX à luz do pensamento de Lev Vigotski apresentado na obra "Psicologia da Arte",......

Words: 7252 - Pages: 30

Free Essay

O Que Você Faria?

...Análise do filme “O que você faria?” O objetivo do trabalho é a análise de “O que você faria?”, filme dirigido por Marcelo Piñeyro baseado na peça teatral “El Método Grönholm”. A obra mostra duas realidades: a de dentro da empresa, onde há um processo seletivo em que os candidatos estão sujeitos às regras e imposições da corporação; e a do lado de fora, na qual manifestações populares contra as políticas monetárias mundiais ocupam as ruas. A partir disso, por diferentes pontos de vista, as principais vertentes abordadas na história são a globalização e o capitalismo. Tudo se inicia com os protestos dos radicais anticapitalistas em Madri contra as ações do FMI e do Banco Mundial. As organizações são acusadas de serem instrumentos de empresas multinacionais para explorarem o trabalho infantil, venderem alimentos manipulados e destruírem recursos naturais do planeta. Os gritos nas ruas clamam a união do povo (“O povo unido jamais será vencido!”), acreditando ser esta a solução para o problema. Esses fatos demonstram a legítima e verdadeira liberdade de expressão, conceito pregado pelo capitalismo e que no caso foi utilizado contra o próprio, criando-se assim, um paradoxo. Já no ambiente interno, sete executivos disputam por uma vaga na empresa Dekia, que metaforicamente, representa todas as empresas capitalistas. A seleção é baseada no método Grönholm que consiste em jogos psicológicos que buscam atingir o ponto fraco de cada participante, testando seus limites como......

Words: 497 - Pages: 2

Free Essay

Tg-001 – Importância Estratégica Da Tecnologia E Da Gestão Da Produção Pós-Graduação Lato Sensu - Tecnologia E Gestão Da Produção de Edifícios – Mba-Up/Tgp

...Importância estratégica da tecnologia e da gestão da produção Pós-Graduação Lato Sensu - Tecnologia e Gestão da Produção de Edifícios – MBA-UP/TGP PECE – Programa de Educação Continuada da Escola Politécnica PLANEJAMENTO EMPRESARIAL RESUMO TEÓRICO – ARTIGOS E CASOS TRABALHO ELABORADO POR Helton Haddad Silva COM A COLABORAÇÃO DE Evandro Tenca São Paulo, Fevereiro de 2003 2 ÍNDICE ÍNDICE .................................................................................................................................................................................... 2 INTRODUÇÃO ....................................................................................................................................................................... 3 I- O PLANEJAMENTO ......................................................................................................................................................... 4 1- O QUE É PLANEJAMENTO? ............................................................................................................................................... 4 2- DIMENSÕES DO PLANEJAMENTO: ..................................................................................................................................... 4 3- BENEFÍCIOS DO PLANEJAMENTO: ..................................................................................................................................... 5 II- O PLANEJAMENTO EMPRESARIAL: COMO FAZER......

Words: 12194 - Pages: 49

Free Essay

Estrutura de Activos E Passivos Da Cgd

...Mestrado em Finanças 2010/2011 Disciplina de Instituições Financeiras A Estrutura de Activos e Passivos da Caixa Geral de Depósitos Filipe Pais Oliveira Bernardes 100417026 Nuno Miguel Pereira Fernandes 100417047 09-11-2010 Mestrado em Finanças 2010/11 – Instituições Financeiras Conteúdo Abstract ......................................................................................................................................... 2 A Instituição Caixa Geral de Depósitos ......................................................................................... 3 Estrutura de Activos e Passivos ..................................................................................................... 4 O Activo da CGD ............................................................................................................................ 6 Realizando uma análise rubrica a rubrica ................................................................................. 6 O Passivo da CGD ........................................................................................................................ 12 Análise Geral ............................................................................................................................... 16 Benchmark .................................................................................................................................. 17 Conclusões ...........................................................................

Words: 6973 - Pages: 28

Free Essay

Taxa de Conversão: O Que Realmente É Importante Para Aumentá-La?

...conversão: o que realmente é importante para aumentá-la? Aumentar a taxa de conversão de vendas é um objetivo constante dos pequenos, médios e grandes varejistas do comércio eletrônico. Fazer com que as ações para atrair tráfego resultem em uma venda é o grande desafio. Porém, o que muitos profissionais ainda não entendem é que para ter sucesso eles precisam de soluções eficientes em todas as etapas do processo de venda, inclusive no momento do pagamento. Vemos muitos investimentos em mídia, design, plataformas, ofertas, promoções, frete grátis, parcelamento, entre muitas outras ações, mas se o estabelecimento não se preocupar em oferecer a etapa final do processo de compra, o pagamento, de forma eficiente, correrá o risco de jogar todo o investimento anterior fora se o consumidor final não conseguir finalizar a compra. Perder um pedido porque o pagamento não foi autorizado significa perder todo o investimento feito para levar o consumidor a esse momento e, muito provavelmente, perder esse cliente para a concorrência, pois ele não hesitará em buscar outra loja para finalizar sua compra. Quais cuidados e ações que a loja pode fazer para aumentar a taxa de sucesso na etapa do pagamento? 1. Facilidade e velocidade na hora de pagar: o momento do pagamento deve ter o mínimo de páginas possível, ter poucos cliques, evitar redirecionamentos sempre que possível – perdem-se muitos pedidos porque o cliente teve que sair do site do e-commerce para concluir o pagamento......

Words: 571 - Pages: 3

Free Essay

Contributo Da Tecnologia Para O Marketing E Para a Melhoria Dos Serviços Oferecidos Aos Clientes

...------------------------------------------------- ------------------------------------------------- Tema 6 – Contributo da tecnologia para o Marketing e para a melhoria dos serviços oferecidos aos clientes Análise da Unidade hoteleira das Letras Projeto de Investigação aplicado - Licenciatura em Gestão Hoteleira Professor orientador: Dr. António de Castro Nome completo dos alunos: Aluno 1: André Filipe Inácio Lopes, nº 27836 Aluno 2: Alexandre Pereira da Silva Inness Larangeira, nº 27460 Aluno 3: Miguel Jorge Belo de Oliveira Frasco, nº 27778 Aluno 4: Simão Emanuel Alvarez Castelo dos Santos, nº 28034 Lisboa, 01 de Abril de 2013 * Declaração de autoria O conteúdo deste relatório é da exclusiva responsabilidade do(a) autor(a). Mais declaro que não incluí neste trabalho material ou dados de outras fontes ou autores sem a sua correta referenciação. A este propósito declaro que li o guia do estudante sobre o plágio e as implicações disciplinares que poderão advir do incumprimento das normas vigentes. ------------------------------------------------- ------------------------------------------------- ------------------------------------------------- Data Assinatura * Agradecimentos Texto * Resumo Texto. * * Abstract Text * Lista de Abreviaturas ou Glossário Texto * Índice de Figuras/imagens (se aplicável) Texto * Índice de quadros/gráficos (se aplicável) Texto *......

Words: 3781 - Pages: 16

Free Essay

Silêncio- Algures Aquém E Além Das Palavras

... aquém  e  além  das  palavras O  silêncio  na  comunicação  e  na  prática  psicanalítica  e  psicoterapêutica       Beatriz Horta Correia. Branco Silêncio (desenho) 2011 Isabel  Botelho Psicóloga,  MFaPA  e  MFaPP Email:isabelmbotelho@netcabo.pt Julho  de  2011 1 Introdução O  silêncio  está  presente  em  toda  a  comunicação.  Esta  é  atravessada  por  ele,  pontuada  por  ele.  O  que  não  equivale   a  dizer  que  o  tenhamos  adequadamente  em  consideração,  sendo  que,  muitas  das  vezes,  até  hipervalorizamos,  as   trocas  puramente  verbais  desconsiderando  o(os)  silêncio(s)  como  algo  que  se  pode  pôr  de  lado,  marginalizar  ou   analisar  à  parte.   O  silêncio,  como  pausa,    pode  ser  transcrito  no  texto  escrito  pelos  símbolos  gráRicos  da  “vírgula”,  do  “ponto”  ou   das  “reticências”,  mas  quantas  vezes  não  poderá  assumir  um  valor  de  “ponto  Rinal”,  de  “exclamação”,  ou  de   “interrogação”?  E  começa  já  aqui  a  complexidade  da  sua  conversão  em  linguagem  ou,  neste  caso,  de  simbologia   gráRica,  como  se ......

Words: 16548 - Pages: 67

Free Essay

7 Passos Para Escalar Seu E-Commerce

...7 passos para criar uma estrutura de SEM eficaz e escalável Muitos de vocês já devem ter necessitado gerar um maior volume de tráfego através de links patrocinados e esbarrado na estrutura limitada dessas campanhas. Quantas vezes já não se sentiram inseguros em otimizar grupos de anúncio por falta de confiança na estrutura ou por possíveis consequências inesperadas? Os problemas citados, além de muitos outros existentes, têm como causa comum a estrutura de sua conta. Mas como criar uma estrutura de campanha PPC que te permita traçar estratégias de otimização mais eficazes e ao mesmo tempo alcançar o volume de tráfego desejável? Basta seguir as seguintes dicas: Pense em seus objetivos de longo prazo, ao construir sua estrutura inicial O que você quer alcançar futuramente com essas campanhas? Um erro muito comum é criar sua estrutura com base no que você quer atingir hoje. Os investimentos iniciais de uma loja virtual são relativamente baixos e acabam restringindo a complexidade da estrutura criada. Isso normalmente gera um grande problema futuro de escalabilidade, pois para tanto é necessário criar novas campanhas que fogem totalmente da lógica de organização inicial estabelecida. Portanto, trace uma estrutura sustentável! Separe as palavras-chave institucionais das não institucionais É inquestionável que investimentos em palavras-chave institucionais apresentam retornos totalmente diferentes das não institucionais. Por isso, para obter maior precisão nos resultados, separe......

Words: 702 - Pages: 3

Free Essay

Comunicação E Animação de Grupos

...Exercício Módulo A3 Comunicação e Animação de Grupos 1. O que deve o formador considerar quando comunica com os formandos? Comunicar pressupõe a existência de um emissor, de um receptor e de uma mensagem a transmitir. No entanto, a transmissão dessa mesma mensagem pode ser feita de diferentes formas, verbais ou não verbais. Assim, o formador deve ter em conta os formandos a que a mensagem se dirige, de forma a adaptá-la e receber o correcto feedback. A este nível, referimo-nos à comunicação verbal, expressa por palavras, através da oralidade ou da escrita. Mas comunicar contempla ainda o nível não verbal, onde se incluem a comunicação cinésica, com os gestos, expressões faciais e movimentos corporais, e paralinguística, que está relacionada com o modo de falar do emissor, ou seja, o seu tom, pronúncia, etc. É importante que o formador se esforce por criar uma sensação de empatia junto dos formandos, de forma a facilitar a comunicação. Para isso, deve assumir uma postura positiva que mostre receptividade e abertura, evitando cruzar os braços, por exemplo. Os gestos do formador podem ser encenados de forma a evidenciarem um determinado tipo de reacção ao feedback dos formandos. Também é importante que os gestos vão reflictam a sua mensagem verbal, evitando que caia em contradição. A sua apresentação também conta, e por isso, adaptar a sua imagem ao grupo de formandos. Por tudo isto, podemos perceber a complexidade da comunicação, e o formador deve ter sempre......

Words: 387 - Pages: 2

Free Essay

O Fodase

...LUCIANA DE VITO ZOLLNER Comunicação do McDonald’s em Tempos de Crise: Educação como recurso de persuasão em textos publicitários MARÍLIA 2007 UNIVERSIDADE DE MARÍLIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E TURISMO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO LUCIANA DE VITO ZOLLNER Comunicação do McDonald’s em Tempos de Crise: Educação como recurso de persuasão em textos publicitários Dissertação apresentada à Universidade de Marília (UNIMAR), Faculdade de Comunicação, Educação e Turismo, para obtenção do título de Mestre em Comunicação. Área de concentração em Produção e Recepção de Mídia Orientadora: Dra. Lucilene dos Santos Gonzales MARÍLIA 2007 UNIVERSIDADE DE MARÍLIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO E TURISMO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO Reitor: Márcio Mesquita Serva PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO E TURISMO Diretora: Dra. Suely Fadul Villibor Flory CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO LINHA DE PESQUISA PRODUÇÃO E RECEPÇÃO DE MÍDIA ORIENTADORA PROFª DRª LUCILENE DOS SANTOS GONZALES UNIMAR – UNIVERSIDADE DE MARÍLIA NOTAS DA BANCA EXAMINADORA DA DEFESA DE MESTRADO LUCIANA DE VITO ZOLLNER Comunicação do McDonald’s em Tempos de Crise: Educação como recurso de persuasão em textos publicitários Data da Defesa: Banca Examinadora Profa. Dra. Lucilene dos Santos Gonzales Avaliação: _______________________ Assinatura: _____________________ Prof. Dr. Avaliação:......

Words: 34908 - Pages: 140

Free Essay

Offley E O Desenvolvimento Da Regia O Do Douro

...CURSO EXECUTIVO MARCAS Branding 2012 Docentes: Dra. Clotilde Perez e Dr. Paulo Lencastre A Offley e o desenvolvimento da regiao do Douro Consumidores complexos e críticos Mariana Santos da Cunha Fernandes Fugas Offley e o desenvolvimento da regiao do Douro A região do Douro foi declarada como “património cultural da Humanidade”, onde a principal fonte de rendimentos provém da produção do Vinho do Porto. Este último está geralmente associado a termos como qualidade, tradição e prestígio. Contudo, a região apresenta problemas estruturais preocupantes, como desertificação, queda demográfica e envelhecimento da população. A desertificação social e a falta de desenvolvimento são temas polémicos face às potencialidades e maisvalias existentes. Com a grande quantidade de informação diária, os novos consumidores estão cada vez mais cientes dos seus direitos, lutam pelo consumo consciente e têm uma voz activa nas relações de consumo. Preocupam-se com as formas de produção, estão atentos à cultura das empresas e à forma como agem. São cada vez mais sofisticados e selectivos, com grande exigência e expectativas nos níveis de qualidade e diversidade. Como tal, às empresas impõe-se uma gestão transparente, responsável e actualizada. A Sogrape Vinhos, através das suas marcas, empenha-se na responsabilidade social dos consumidores e sociedade. A Offley, com uma imagem jovem, irreverente e acessível pretende rejuvenescer a base de consumidores actuais, atraindo e inspirando......

Words: 301 - Pages: 2

Free Essay

O Poeta E a Fantasia

...os traços da atividade imaginativa do artista. Encontra-os na atividade favorita e mais intensa da criança, que são os jogos e o brinquedo. Ao brincar, toda criança comporta-se como um artista, cria um mundo novo, ajustando em forma nova os elementos de seu próprio mundo. A antítese do brincar é o real. O poeta faz o mesmo que a criança ao brincar: cria um mundo de fantasia, leva-o a sério, investe nele grande quantidade de emoção - catexia - e distingue-o muito bem da realidade. Ao crescerem, diz Freud, as pessoas param de brincar e perdem o prazer da infância. Mas não renunciam a ele. Trocam-no por outro, pelo fantasiar. Criam devaneios, difíceis de observar, porque os adultos se envergonham de suas fantasias e as ocultam, por serem infantis e, muitas vezes, por serem proibidas. Conhecemos essas fantasias, porque muitas pessoas, vítimas de doenças nervosas, são obrigadas a revelar a um médico seus devaneios, para serem curadas. A Psicanálise é a melhor fonte de conhecimento das fantasias dos adultos, realizações de desejos reprimidos. Assim, a ênfase que Freud coloca na infância, ao analisar uma obra de arte como a de Leonardo Da Vinci, por exemplo, deriva da suposição de que a obra literária como o devaneio é um substituto do brincar infantil. A Psicanálise descreve as leis da vida psicológica humana de pessoas célebres para ilustrar a teoria freudiana sobre o Inconsciente. A Psicanálise não pretende explicar a criação artística, pois para Freud, o poeta é uma......

Words: 358 - Pages: 2